REVITALIZAÇÃO DA COMISSÃO TÉCNICA – CT 96

Publicado em 19 de Fevereiro de 2016

 

Imagem3

Imagem4

A Normalização desempenha um papel importante no âmbito da prestação de serviços e da abertura de mercados e na manutenção do mercado único Europeu. Para além disso, as normas acrescentam valor aos negócios, à economia e à sociedade em geral assegurando a diferenciação dos produtos e serviços no mercado.

Compete ao IPQ enquanto Organismo Nacional de Normalização, em conjunto com outras entidades nacionais, promover o desenvolvimento do sistema de normalização e incentivar e facilitar o acesso das Empresas às Normas e aos seus processos de elaboração.

O sector dos revestimentos betuminosos de impermeabilização é sem dúvida essencial para a garantia da qualidade na construção, tendo o Organismo de Normalização Setorial ONS/IMPERALUM sido constituído no inicio da década de 90 para acompanhar a atividade normativa europeia no setor das impermeabilizações, assumindo desde logo a coordenação da CT 96 a qual, integrando as entidades representativas deste setor, zelou pela divulgação nacional do trabalho normativo e da sua aplicação prática, nomeadamente no que se refere à marcação CE dos produtos da construção, através de eventos direcionados para esta temática.

Passados  25 anos sobre o início dos trabalhos normativos europeus, novos desafios se abrem a este setor das impermeabilizações, nomeadamente no que respeita ao enriquecimento normativo nacional através da abordagem à construção de códigos de boas práticas de projeto e de aplicação de sistema de impermeabilização betuminosos, alargando esta discussão a todos os intervenientes interessados.

Nesse sentido ir-se-á realizar nas instalações do IPQ no Monte de Caparica no próximo dia 3 de Março, uma primeira reunião, cuja ordem de trabalhos anexamos.

Daremos conta brevemente e neste espaço, das conclusões da mesma.

Ofício – CT 96

 

CENTRO DE ARTES E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO EDP

Publicado em 19 de Fevereiro de 2016

 

CENTRO DE ARTES E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO EDP
CENTRO DE ARTES E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO EDP

O Centro de Arte e Tecnologia da Fundação EDP será um novo espaço cultural ao nível das grandes cidades europeias com uma programação contemporânea e internacional.
O novo edifício, assinado pela arquiteta britânica Amanda Levete aposta numa arquitetura orgânica que estabelece uma relação fluída e natural entre a cidade de Lisboa e o rio Tejo.
O novo Centro de Artes vai contar com salas para exposições, serviço educativo, reservas de arte, auditório, restaurante e espaços para residências artísticas.
Os produtos da Imperalum foram os selecionados para integrarem os sistemas de impermeabilização desta emblemática obra, estando a sua execução a cargo da empresa Eurofénix.

 

 

DECLARAÇÃO AMBIENTAL DE PRODUTO

Publicado em 15 de Fevereiro de 2016

 

Imagem2

O EWA – European Waterprofing Association – da qual a Imperalum é associada e membro da Administração, constitui-se como a voz autorizada no setor da indústria europeia da impermeabilização.

As questões ambientais e de sustentabilidade revestem-se de grande importância para o setor da construção. Um correto entendimento das preocupações ambientais – aquecimento global, reciclagem e análise do ciclo de vida – são essenciais para manter a reputação de uma indústria responsável.

O EWA representa fabricantes que estão comprometidos em assegurar a sustentabilidade do seu negócio, o que significa integrar práticas de facto sustentáveis em termos ambientais, económicos e sociais na sua atividade e garantir que essas práticas são consistentes e que perduram no tempo.

Assim o EWA decidiu desenvolver esta Declaração Ambiental de Produto – (EPD), para distintos sistemas de impermeabilização, enquanto ferramenta muito importante de suporte aos fabricantes nas suas atividades de comunicação com o mercado, proporcionando a projetistas, instaladores, empresas de construção e comunidade de utilizadores em geral informação com base científica e global.

A Imperalum colaborou ativamente na elaboração deste documento, em conjunto com as suas congéneres europeias e congratula-se de pertencer a um cluster internacional tão importante para a economia europeia e em particular para o setor da construção.

Este documento, já publicado, pode ser consultado no seguinte link.

http://environdec.com/en/Detail/epd414